Dicas para manter o seu amigo de 4 patas quentinho durante o inverno!


Cada animal reage ao frio de maneira diferente, há certas raças que não sofrem nada com o frio, já outras é preciso ter atenção aos animais.

Já certos cães de porte mais pequeno e / ou com menos pêlo sofrem bastante com baixas temperaturas e estão sempre ansiosos para se aconchegarem numa mantinha.

Perigos potenciais para o cão durante o inverno:

Nos meses de clima frio tenha especial atenção com:

  • Água congelada e gelo: Tenha cuidado com lagos congelado que possuam uma camada fina de gelo mantenha o seu animal longe dessas áreas evitando afogamentos e casos de hipotermia. Mesmo que a camada de gelo seja espessa, o seu cão poderá escorregar e fazer uma ruptura num músculo ou num ligamento;
  • Artrite: se o seu cão sofrer de sintomas de artrite, estes podem aumentar significativamente com o tempo frio. Ajude o seu animal a manter-se quente agasalhe-o sempre que o levar à rua e mantenha mantas polares na sua cama;
  • Anticongelante: Sabia que este produto é totalmente tóxico para o seu amigo? Mantenha estes recipientes bem fechados e limpe qualquer tipo de derramamento.

Dicas para aquecer o cão:

1. Trate do pêlo e da pele

Os animais de estimação geralmente têm a pele seca, o pêlo baço e com electricidade estática.

Pergunte ao veterinário sobre suplementos de ácidos gordos que ajudem a neutralizar os efeitos de secagem das temperaturas baixas.

2. Ofereça uma camisola

Os cachorros bebés toleram menos o frio pois têm menos massa gorda e massa muscular que os adultos.

A gordura e os músculos aumentam o metabolismo ajudando a que o corpo se mantenha aquecido o mesmo vale para pessoas magras/gordas.

Compre uma camisola ao seu animal. Já existem no mercado milhares de soluções e para gostos variados.

3. Estimular o crescimento do pêlo

Volta e meia deixe o seu animal no quintal isto irá ajudar a estimular o crescimento do pêlo. Obviamente que não poderá ser numa noite demasiado fria!!!

Para cães que costumam estar sempre dentro de casa, deverá fazer pequenos passeios à rua na altura de maior frio.

Para que o seu animal se vá habituando, aos poucos, ao frio, faça passeios ou mantenha-o na rua durante pequenos períodos de tempo 2 a 3 horas no início do outono. A partir do momento em que comecem as temperaturas do inverno deverá mantê-lo meia a uma hora no exterior, fora do período da manhã e da noite.

4. Ajustar horários de alimentação

Os animais de estimação ficam quentes ao queimar gordura, ou seja enquanto processam os alimentos.

Os animais precisam de mais calorias para gerar maior calor corporal, especialmente animais que não podem contar com o colo quente dos donos.

Alimentos de cachorro e rações para desempenho oferecem mais calorias, mas também será necessário aumentar a dose de ração especialmente se o cachorro passar muito tempo no exterior.

Se o animal não comer tudo durante as refeições agendadas, aumente as horas em que este é alimentado.

5. Forneça um abrigo para animais de exterior

Mantenha uma zona de abrigo para o seu animal. Caso esteja chuva ou demasiado vento, o animal deve ter uma zona onde se possa abrigar.

Faz gosto na nossa página de facebook:


Artigos Relacionados: