10 Super alimentos para fortalecer a imunidade e proteger contra todo o tipo de vírus

Se você se sente com a imunidade baixa, é bom dar uma atenção especial a estes dez super alimentos.

“Nós somos o que fazemos repetidamente. Excelência não é uma ação, mas um hábito.”

Com essas palavras, Aristóteles transmitiu uma mensagem muito clara: criar hábitos saudáveis ​​na rotina diária aumenta significativamente a nossa qualidade de vida.

Quantas vezes prometeu a si mesmo iniciar uma nova dieta ou reeducação alimentar, cuidar mais da saúde, da imunidade e seguir um caminho para a redescoberta do bem-estar, do auto-conhecimento e depois simplesmente não fez nada?

Mas, não precisa mais se sentir perdido ou sem rumo na hora de olhar para dentro e cuidar da sua saúde.

Sabe qual é a primeira fonte de saúde e bem-estar?

O que comemos!

Portanto, cuidar da alimentação é o melhor remédio, pois é ela quem fornece toda a energia necessária para enfrentarmos a rotina corrida e muitas vezes avassaladora do quotidiano.

Da mesma forma, é super importante consumir alimentos ricos em vitaminas, reequilibrar a nossa flora intestinal, aumentar o sistema imunológico e baixar o nível de stresse.

Acima de tudo em tempos como este, em que as os vírus e doenças como o coronavírus estão a vitimar grande parte da população.

Existem muitos alimentos que nos ajudarão nessa missão, mas somente se fizermos a nossa parte e os consumirmos adequadamente.

1. Frutas ricas em Vitamina C

Há diversas pesquisas científicas que testemunham e garantem a importância da vitamina C para aumentar as defesas imunológicas do nosso organismo.

Portanto, é recomendado consumir diariamente alimentos que fortalecem o nosso corpo, incluindo maçã, laranja, kiwi, abacaxi, banana, frutas vermelhas, uva, limão, tangerina, entre outros.

Consumir frutas, ajuda a combater toda e qualquer tentativa de “ataque” e a ter todas as vitaminas necessárias para o bom funcionamento do sistema imunológico.

Além de todos esses benefícios, as frutas com alto teor de vitamina C também possuem uma importante ação antioxidante.

Para compor esse quadro alimentar saudável, é preciso também consumir amêndoas, avelãs e nozes, que contêm uma alta concentração de minerais (selénio, zinco e cobre), vitamina E e Omega 6.

2. Legumes e verduras

Uma refeição composta pela mistura de legumes e verduras, incluindo repolho, cebola, cenoura, beterraba, espinafre, alface, brócolos, couve e abóbora, é ideal para uma dieta saudável e duradoura.

Consequentemente, essa mistura combate infecções, reduz a presença de radicais livres e é adequado para um período de desintoxicação do organismo.

Se não gosta de legumes, não desista de os consumir.

O truque é saber combiná-los na cozinha.

Muitos desses ingredientes combinam com receitas leves, saudáveis ​​e saborosas.

Pesquise por receitas vegetarianas ou mesmo veganas, existe uma infinidade de pratos fáceis de fazer e deliciosos.

O que queremos dizer com isso?

Que uma alimentação saudável não precisa ser sem graça, sem gosto ou algo para fazer de má vontade.

Os sabores estão lá, basta que lhes dê uma hipótese.

3. Frutas e legumes vermelhos

Deve dar atenção especial aos vegetais e frutas vermelhas.

Nem toda a gente sabe disso, mas a cor dos alimentos indica os nutrientes presentes neles e as propriedades benéficas que garantem para a saúde do nosso corpo.

A maioria dos alimentos dessa cor tem em sua composição vitamina A e Caroteno, que ajudam a aumentar as defesas imunológicas do nosso corpo.

Os alimentos mais consumidos nessa categoria são tomates, melancia, maçã vermelha, framboesa, cereja, morango, pimenta e beterraba.

4. Chocolate amargo

O chocolate amargo, amado por todos (ou quase), é o protagonista de mil e uma receitas e sobremesas incríveis.

Rei dos doces funcionais para chocólatras, o chocolate amargo é o mais indicado pelos nutricionistas para saciar aquela vontade louca por doces.

Graças à produção de linfócitos T, esse tipo de chocolate é indicado no combate às infecções e, por esse motivo, é um grande aliado para o bem-estar, principalmente na TPM.

Além disso, também é recomendado para combater o stresse: basta uma pequena porção de chocolate amargo para estimular a produzir de serotonina — a hormona da felicidade.

5. Geleia real

A geleia real combate a maioria dos vírus e inflamações, pois fortalece nossas defesas imunológicas.

Pode consumir a geleia durante o pequeno-almoço e assim dar um impulso de energia para lidar com a rotina.

A geleia real contém vitaminas A, B, C e E, que atuam contra o stresse e melhoram a circulação sanguínea.

Nota: Para quem não sabe, a geleia real é um produto natural, secretado pelas abelhas jovens e contém notáveis quantidades de proteínas, lipídeos, carboidratos, vitaminas, hormônios, enzima, substâncias minerais, fatores vitais específicos, substâncias biocatalisadoras nos processos de regeneração das células, desenvolvendo uma importante ação fisiológica. Na colmeia, é utilizada na alimentação das larvas de abelhas operárias até o terceiro dia de vida e das larvas dos zangões. Mas a geleia real é mais conhecida como alimento por excelência da rainha. Pode-se dizer, grosso modo, que é graças à geleia real que a abelha rainha é superior, biologicamente falando, em relação às operárias. Para o homem a geleia real tem ação vitalizadora e estimulante do organismo, aumenta o apetite e tem comprovado efeito antigripal. Não se conhece, na biologia e medicina, outra substância com semelhante efeito sobre o crescimento, a longevidade e a reprodução das espécies.

6. Iogurte

O que não pode faltar numa dieta saudável?

O Iogurte (mesmo que seja sem lactose).

Devido à presença de fermentos láctios, o iogurte é indicado para restaurar o equilíbrio da flora intestinal, protegê-lo de várias bactérias e, ao mesmo tempo, fortalecer o sistema imunológico.

7. Mel

Com certeza em algum momento da vida teve uma constipação ou dor de garganta.

Quer uma dica mágica?

Uma colher de mel num chá morno ou num copo de leite ajuda a desobstruir o trato respiratório e amenizar os sintomas da gripe, por exemplo.

8. Alho e cebola

Como não combinar alho e cebola com a cozinha familiar tradicional?

Eles sempre foram usados ​​por suas propriedades nutricionais e benéficas.

O alho contém alicina, útil contra qualquer infecção, graças aos efeitos antibióticos, ideal para combater o acúmulo de bactérias.

Também possui enzimas, antioxidantes, zinco, cálcio, potássio e fósforo.

Tudo isso permite ao nosso corpo fortalecer o sistema respiratório e aumentar a imunidade, graças ao aumento do nível de glóbulos brancos.

Pode parecer absurdo para você, mas um dente de alho cru por dia pode realmente fazer a diferença para a saúde e o bem-estar de uma pessoa.

Outro santo remédio para gripe, constipações e outras doenças é a cebola.

Um alimento que não pode faltar em nenhuma cozinha, pois, graças às suas propriedades desintoxicantes e purificadoras, combate infecções e ajuda a reequilibrar o perfeito funcionamento do intestino.

9. Ginseng e chá verde

Segundo a Harvard Medical School, existem dois alimentos que podem nos ajudar nessa missão à procura de uma vida mais saudável.

Trata-se do chá verde e do ginseng, usados ​​como remédios naturais para fortalecer o sistema imunológico.

Os efeitos antioxidantes deles livram o nosso organismo de inúmeras toxinas.

10. Peixes ricos em Omega 3

Os médicos dizem que, em uma dieta equilibrada, o que não pode faltar é a ingestão de peixes, especialmente os que contêm Omega 3, para aumentar consideravelmente as defesas do nosso organismo.

A ingestão desse nutriente é essencial para desinflamar o corpo e fortalecer o sistema imunológico.


Mais Dicas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Inserir nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Redes Sociais

568,301FãsGosto
11,179SeguidoresSeguir
251,563SeguidoresSeguir
105SubscritoresSubscrever

Dicas Recentes

Publicidade

Top da Semana

Promoções

Gearbest Birthday